quarta-feira, 16 de dezembro de 2015

Minha experiência com o BLW

Quando ouvi falar sobre o método Baby Lead Weaning (BLW), achei loucura total.
Eu já tinha sido mãe e já sabia toda aquela maneira de introdução alimentar: papinhas, tudo batido, nada na mão do bebê, enfim a introdução alimentar tradicional que todos nós conhecemos, se não de perto, mas de ouvir ou ver por ai. Enfim... Eu li sobre o assunto me deu um desespero de pensar em ver meu bebê comendo sozinha, sem nada amassado... Não! Fora de cogitação!
Acontece que a Bia, quando iniciou a introdução alimentar, já com 7 meses, ela simplesmente rejeitou. Só queria mamar (como até hoje prefere, rsrs...). Ai sim começou a bater o desespero de que ela tinha que se alimentar além do leite materno. Foi então que em conversa com minha prima, que é muito bem informada, por ser uma competente doula, me apresentou um grupo no facebook sobre BLW. 
Passei estudar mais o assunto e resolvi tentar.
Deu certo! 
A Bia super aceitou e NUNCA engasgou (o que eu mais temia). Passou a comer muito melhor e come até hoje muito bem quase todos alimentos que são oferecidos.
Hoje ela se alimenta sozinha, e detesta quando tentam fazer diferente. É muito independente e não tem frescuras.
Foi uma ótima escolha e uma ótima experiência.
Sei que nem todas as crianças se adaptam, algumas mães não gostam da sujeira (sim, fazem muita sujeira!! rs), mas eu já tive experiência com os dois métodos e o que posso dizer é que gostei bastante do BLW e acho que vale a pena tentar.

O que significa BLW?

BLW significa Desmame guiado pelo bebê. O princípio desse método é a transição à alimentação por sólidos de forma natural acompanhando as necessidades orgânicas e habilidades motoras do bebê. O bebê deve e pode ter o controle total. (fonte facebook)

Quais os benefícios?

Dentre muitos eu vou citar alguns:

  • Incentiva a mastigação.
  • Experimentam maior variedade de alimentos e assim sentem o gosto de cada um, formando suas preferências (o que não poderia acontecer com os alimentos triturados e misturados).
  • Aprendem a ter mais autonomia.
  • Comem o que se basta e diminui assim a chance de obesidade.
  • Aumenta de ter uma alimentação saudável e ter um bom IMC (índice de massa corporal) na vida.
Os benefícios do BLW para minha vida:

  • Aprendi a respeitar o tempo dela, a quantidade dela, o gosto dela.
  • Comemos todos juntos.
  • Passei a experimentar novos alimentos por causa dela.
  • Fiz novas amizades (com mães que estavam no mesmo processo)

Antes de começar o BLW:

Pesquise sobre o assunto, faça da maneira correta (existe uma idade apropriada, existe maneiras de preparos, existe um tempo certo para cada bebê.) Se informe, procure apoios em grupos e experimente o BLW. 

Ah! Depois me conte!



O BLW foi uma excelente experiência na minha vida e você conhece o método? Me conte sua experiência!




Palavra de Deus: 
Sou teu, salva-me; pois tenho buscado os teus preceitos.
Salmos 119:94



terça-feira, 24 de novembro de 2015

Uma nota sobre... serviço público


Serviço público não seria pra tratar bem o público?
Pois não é isso que vejo!
Precisamos ir a delegacia registrar uma ocorrência e me deparo com uma cena lamentável: 
A atendente da delegacia, uma senhora que aparentava uns 50 anos, sendo super grosseira com o rapaz que foi registrar uma ocorrência de assalto. Tal, não sabia dizer qual era sua escolaridade (se era nível fundamental, médio ou superior), e cada vez que ele não respondia, mas alto ela falava e com um tom de voz que mais parecia a xerife do local (alias uma xerife, bem mal educada).
Fiquei irritada com a cena.
O indivíduo passa por um momento ruim de ser assaltado, ainda precisa ser mal tratado para poder exercer seu direito.

Sinceramente, que vontade de me mandar desse país!

sábado, 14 de novembro de 2015

Oração pelo mundo.


Triste tudo isso que tem acontecido ao redor do mundo, mas nós como cristãos sabíamos que tudo isso iria acontecer. Jesus nos alertou quanto aos sinais quando estiver perto de sua vinda. O mundo vai de mal a pior. Tragédias e mais tragédias....

E, por se multiplicar a iniqüidade, o amor de muitos esfriará.Mateus 24:12

O homem esta cada mais sem amor, individualista e mau.
Por isso devemos viver em constante oração e sempre em vigilância para que não caiamos na armadilha do mundo. Não somos daqui.

Assim, aquele que julga estar firme, cuide-se para que não caia!
1 Coríntios 10:12

Portanto, vocês já não são estrangeiros nem forasteiros, mas concidadãos dos santos e membros da família de Deus,Efésios 2:19


Vamos nos unir em oração pelo mundo e pelas pessoas que estão vivendo essa tragédia nos dias atuais.
Vamos Orar por Minas Gerais, pela África, pelo Japão, pela Síria, por Paris, vamos orar pelo Mundo Inteiro.

Que nos livre das tragédias, do homem mau, e das maldades.
Em nome de Jesus, amém!!


Sobre o açúcar...


Oi pessoal, como vão?

Eu demoro a postar né?
Correria da vida...

Vim falar sobre o corte do açúcar da minha vida. 
Não deu certo.
Consegui ficar 6 dias sem usar o açúcar, mas acabei jacando tudo, quando cheguei na casa da minha mãe e dei de cara com um mousse de chocolate. Eu simplesmente amoooo, mousse de chocolate, ai devorei e da por diante não fiz mais dieta alguma.
Entretanto dia 10/11 e eu minha amiga nos desafiamos a ter uma alimentação saudável e praticar exercícios por 40 dias e estou fazendo direitinho. Não cortei o açúcar radicalmente e achei melhor assim, não adianta fazer uma coisa no qual não estamos preparados, mas comer com consciência, é muito melhor, até porque assim focamos na alimentação saudável, na reeducação alimentar e não radicalismo.

Então é isso, tenho me alimentado bem, evitando as besteiras e estou praticando exercícios diários em casa mesmo. Acompanho uma vlogueira que tem uma canal bem legal no YouTube e podem crer são exercícios que me deixam morta, mas esse é assunto para o próximo post.

Abraços,

Carol
 

domingo, 18 de outubro de 2015

Dia 1: O ínicio! Uma vida sem açúcar, será?

São 7:04

Obrigada Senhor, Tu és bom!

Já tem um tempo que vendo amadurecendo a ideia de parar de ingerir açúcar. O refrigerante eu já aboli e agora tenho quero parar com o açúcar.
Alguns perfis no instragram me inspiram e tenho lido muito a respeito. Sei que não é fácil, ainda mais para mim que sou uma formiguinha, mas quero tentar.
Quando acordei hoje, logo tomei um toddynho (que amo), mas depois pensei que deveria começar logo hoje, mesmo que já tivesse tomado. Porque deixar para amanhã?
Estou animada e vou me esforçar!

Nem vou me estender por hora sobre o malefícios de ingerir açúcar e os benefícios de viver sem ele, mas de antemão que meu objetivo para o momento é viver bem, viver saudável.

Volto logo!

Abraços,

Carol

terça-feira, 29 de setembro de 2015

Desafiada: O fim do refrigerante em minha vida

Há algum tempo eu tentava abolir esse vilão da minha vida, mas tinha sempre recaídas.
Gosto muito de coca-cola e nesse calor que faz no Rio de Janeiro, era sempre bom tomar um copinho geladinho de coca.
Ter uma vida saudável fazia parte dos meus planos (faz), mas confesso que sou muito chata para comer.
Acontece que agora já tenho 31 anos e duas filhas...
Não estou acima do peso, tenho um corpo magro, mas não é só isso que importa né?
Alimentação saudável não é só para ter um corpo bonito (isso também é legal), mas é principalmente para ter uma vida saudável.
É o que almejo no momento.
Um dia, depois de tomar coca-cola e passar mal (gases), falei aqui em casa que queria parar de tomar refrigerantes (de novo!!!), então meu marido disse que eu não conseguiria e ainda quis apostar.
Ahhh, um bom motivo para fazer o que eu já queria.
Já estou indo para terceira semana sem tomar refrigerantes, sem boicotes e firme.
Próximo passo é cortar o açúcar de vez da minha vida.

segunda-feira, 21 de setembro de 2015

Desconectada, as vezes!



Com a maternidade e todas as outras responsabilidade da minha vida quase não tenho tido tempo para fazer as coisas que gosto, e uma delas é ler!
Havia um tempo que eu lia muito. Eram muitos livros no ano e hoje não mais. Ano passado só consegui ler um livro no ano, isso é muito pouco. Agora com a Bia crescendo estou voltando a ter uma rotina para mim. (ou ao menos tentando), já li dois livros e já estou iniciando o terceiro. (Que beleza!!), minha meta sempre foi de 12 livros por ano, mas ai no ritmo e na altura do campeonato (já estamos em setembro) não dá mais né? Quem sabe a metade?
Não estou me cobrando meta, estou só priorizando as coisas importantes na minha vida.
Ler sempre foi um hobby que dá muito prazer e é importante ter momentos de lazer e hobby, se não a gente fica muito estressada né?
Uma das maneiras que encontrei para voltar a ler é deixar um pouco o celular de lado. As redes sociais atrapalham um pouco a vida real, passamos muito tempo ali conectadas, na verdade não fazendo muita coisa, tenho me limitado e assim achei mais tempo para ler.
Esta sendo ótimo, mas ainda me conecto muito, confesso, gosto das redes e a facilidade do celular na mão acaba virando um "vício".
Ando me desconectando constantemente e te aconselho fazer o mesmo. É libertador!

Como é sua rotina com a modernidade da internet na mão?

Beijos e até!

Carol

sábado, 19 de setembro de 2015

Letícia é míope

Letícia aos 7 anos, usando óculos

Eu e ela. Eu de lente e ela de óculos (míopes)
Quando eu tinha 10 anos fui diagnosticada míope.
Lembro-me que tive dificuldade de copiar as matérias do quadro e falei com meus pais, que me levaram para fazer exames no oftalmologista. Comecei com pouquinho grau, mas hoje com 31 anos tenho 3,5 de miopia em cada olho, o que me faz ser totalmente dependente dos óculos ou lentes de contato.
A miopia é uma doença que atrapalha a visão à distância e é hereditário, logo que meus pais são míopes, eu também sou, mas meus irmãos não, graças a Deus.
Acontece que a Letícia (7 anos)


veio se queixando de dores de cabeça constantemente. Eu, a princípio achei que era enxaqueca, já que eu também (que droga, heim, rs...) tenho enxaqueca desde nova, mas por sugestão da escola, levei ao oftalmologista e para minha surpresa e para a animação dela (sim, ela era louca para usar óculos, rsrs....) ela é míope também. Pouquinho, mas o suficiente para atrapalhar sua vida.
Já tem uns meses que ela esta usando seus lindos óculos e não foi que as dores de cabeça passaram?

É importante dá atenção para o que a criança fala e é importante a investigação.

A miopia pode ser corrigida com cirurgia e o uso constante de óculos e lentes pode fazer a regressão do problema. E acreditem, aconteceu com a minha mãe, depois de anos sendo míope, sua miopia regrediu para quase 0 e ela não usa mais óculos para ver de longe.

As vezes a criança não tem reclamações, mas se senta perto demais da televisão (isso acontecia com a Lele), ou aperta os olhos para enxergar alguma imagem. É muito importante observar e fazer o exame o quanto antes, porque eu sei que a miopia incomoda muito,

Fiquem alertas!

sexta-feira, 28 de agosto de 2015

Ideias inspiradoras - O que fazer com o berço? (reciclagem)

Apareceu em um grupo do whatssap algumas ideias bem legais sobre o que fazer com o berço e como eu adoro reciclagem, andei buscando umas imagens legais no Pinterest e postar aqui para inspiração.

Olhem que legal:








Qual a sua ideia?





segunda-feira, 20 de julho de 2015

Baby Dove, Aprovado!


Como prometi eu voltei para dizer o que achei do sabonete líquido baby dove
Eu adorei!!

Muito cheiroso e bem cremoso.
Posso dizer que aqui em casa sempre vai ter um desses, afinal quem não ama bebê cheiroso?

APROVADO!

sábado, 11 de julho de 2015

Chegou produto novo - Baby Dove


Acabou chegar aqui para mim o sabonete líquido Baby Dove.
Obrigada, Baby Dove!!!!
Já ouvi falar muito bem, então vou experimentar e vou fazer resenha. De antemão posso dizer que o cheirinho é maravilhoso.

E você já usou? Gostou?

Volto em breve!!

Abraços, 

Carol





sábado, 30 de maio de 2015

Mãe que dirige (eu consegui)



Hoje vou falar de uma experiência bem legal que acontecido nesses dias comigo.

Após 10 anos habilitada, eu estou dirigindo. Ebaaaa....

Por anos eu vivi frustada por não dirigir. 

Dirigir sempre foi um sonho, aliás a independência sempre fui o que almejei, mas em diversas áreas da minha vida eu vivi na dependência e dirigir também era.

Eu tinha medo, muito medo. Tanto que os anos se passaram e eu nem percebi.

Vi muita gente tirando habilitação e dirigindo e eu com a minha carteira só de enfeite.
Frustração era o que eu sentia.

Sabe o que é pior? Não dá pra culpar ninguém. Não dá pra dizer: me ajuda! (eu disse muitas vezes). Ninguém pode te ajudar, se o que depende é uma decisão. E ela é sua!

Quantas vezes meu marido dizia: Quer levar o carro?

A resposta era sempre a mesma: Hoje não!

Meus pensamentos gritavam: Hoje não, mas quando será?

Cheguei a pensar em desistir, jogar a toalha e dizer: não consigo!

Não deu, a necessidade, a vontade, o sonho. Não sou de desistir, vou até o fim.

Dirigir iria ser a última coisa que eu faria na vida, mas eu ia conseguir! Não foi para tanto, rs... Com 31 anos eu pedi ao meu marido de presente de dia das mães, aulas de direção no dirigir sem medo e ganhei!

Estou no caminho, fiz trajetos que nunca pensei que faria, peguei engarrafamento e já até peguei o meu carro para fazer um caminho que julgava difícil.

Estou feliz! Ainda estou fazendo as aulas, mas já conto como vitória porque sei como avancei dentro de mim.

Dirigir eu sempre soube, não tenho a prática e sentia muito medo.

O medo passou? Não! Ainda o tenho e ainda tenho muita vontade de me boicotar, mas estou consciente e decidida do que quero e onde pretendo chegar. 

Sendo assim, pronto, venci!

Obrigada meu Deus!

Para a explicação do que mudou dentro de mim, vou dizer que houve um milagre! Sim, houve! Toda vez que eu suplicava a Deus por ajuda, Ele me mandava ajuda, mas eu não percebia, até que uma injeção de coragem tinha me dominado e foi quando tudo mudou! 

A oração foi a ajuda que precisava. Eu orei e Deus me atendeu!

Fica aqui meu depoimento e também deixo meu conselho: Orem! Clamem! Levem a sério a oração simples. Um simples: ´"Senhor ajuda-me!" Já é suficiente. 

Se relacionem com Deus! Coloquem seus problemas junto Dele. Ninguém melhor do que seu Criador para saber como fazer as mudanças necessárias em você. 

Após a oração, faça sua parte! Busque ajuda, se coloque, tente e confie! 

Eu incentivo a todos que tem medo de dirigir orar e buscar ajuda. 

É muito bom dirigir, é muito bom realizar sonhos!

Fiquem na Paz!

Carol

sábado, 2 de maio de 2015

Como eliminar agrotóxicos dos vegetais (eu não fazia assim)




Descobri o jeito simples e certo de limpar os vegetais.

Confesso que não fazia assim, deixava por um período na água com vinagre e nem mesmo marcava o tempo.
Achei importante repassar porque muita gente, como eu faz errado e com a saúde, principalmente dos pequenos não se brinca.

Achei no blog: A cura pela natureza, a propósito o blog é bem legal e merece receber visitas.

Quanto a limpeza é simples mas tem algumas etapas

Passo 1:

Coloque os vegetais em uma bacia com água limpa e deixe-os nessa água por cinco minutos (esta é a primeira lavagem).

Passo 2:

Transfira os vegetais para uma bacia com água bicarbonato de sódio - 1 colher (sopa) para cada litro de água. 

Deixe-os 40 minutos nesta bacia com água e bicarbonato.

Esta é etapa mais importante, pois, segundo o professor, o bicarbonato remove até 90% dos agrotóxicos.

Passo 3:

Coloque os vegetais de novo numa bacia com água durante cinco minutos.

Isto é necessário porque, se o bicarbonato entrar em contato com vinagre, haverá uma reação e perderá o efeito.

Passo 4:

Ponha os vegetais numa bacia com água e vinagre - 1 colher (sopa) para cada litro de água.

São necessários 40 minutos nesta última etapa para haver a remoção dos agrotóxicos não eliminados pelo bicarbonato.



Legal né?  Você já sabia disso? Porque não me contou!? rs...

Beijos

sexta-feira, 3 de abril de 2015

De volta



Tem tanto tempo que não escrevo que nem sei se sei escrever, kkkk....
Minha vida tem tomado rumos bem diferentes do que planejei para minha vida, mas confesso que estou bem feliz, mas ando totalmente sem tempo para escrever, uma pena, já que escrever sempre foi um hobby que sempre muito me agradou.

Acontece que ser mãe de duas é uma tarefa que me toma muito tempo. Fora as outras tarefas do dia a dia, afinal sou dona de casa e tenho o meu próprio negócio.
E ainda quero escrever, rsrsrs....


Aos pouco vou retornando, faz bem pra mim e é um projeto que quero colocar pra frente.

Vou falar das meninas:

Letícia, com 7 anos continua uma criança calma e meiga. Tem amadurecido bastante e esta uma mocinha. Me enche de orgulho!

Beatriz já esta com 1 ano e 1 mês é o oposto da Letícia. Ela é agitada e bem moleca. Ta me ensinando a ser mãe novamente, mãe de uma menina que não gosta de ouvir não e que quer explorar o mundo com a apenas 1 ano de idade.
Confesso que no final do dia estou um caco, mas dou muitas risadas com ela.


Volto em breve....

Abraços!


Palavra do dia: Muitos propósitos há no coração do homem, porém o conselho do Senhor permanecerá. Provérbios 19:21

sábado, 3 de janeiro de 2015

Cama eu compartilho, e você?



Cama compartilhada, sim nós vivemos isso!

Antes mesmo de eu ouvir o termo cama compartilhada, há 7 anos atrás eu já tinha como prática isso com a minha primeira filha. Ela tinha sim seu lindo berço americano com seu lindo jogo de berço, que só usou no máximo um mês, porque é horrível ficar levantando para ver se seu filho esta respirando (sempre fazemos isso) e acordar para as mamadas, então resolvi coloca-la na cama e deu certo, dormiu longos anos conosco e foi bom, depois foi para sua cama do lado da nossa e hoje com 7 anos ainda permanece ao nosso lado (em sua cama).
Então Bia nasceu e tinha seu mini berço (super compacto) que comprei achando que era uma coisa e foi outra (outro dia conto essa parte). Diferente da Letícia, a Beatriz era um bebê recém nascido agitado e acordava muito de madrugada, então como meu marido chegava tarde do trabalho eu deixava ela la comigo até ele chegar, depois ela ia para seu berço mas mesmo sendo quase colado na minha cama eu ainda precisava levantar e e pegá-la, o que era muito ruim por causa da cirurgia e por causa do cansaço. Não sei quanto tempo depois eu resolvi deixa-la de vez na minha cama e foi ótimo! Como ela mama em LMLD, tudo ficou muito melhor pra mim e pra ela também que dorme no aconchego da caminha da mamãe e do papai e mama quando quer. (ela acorda ainda muitas vezes a noite para mamar). Já tem 10 meses, e quando vou tirá-la da minha cama? Ainda não sei mas será no tempo certo. No tempo que nos acharmos preparadas, assim como foi com a Letícia.
É mimo? Talvez, mas eu não me importo! Eu importo mesmo com o nosso bem estar.
Não vou negar que sinto falta de privacidade sim, de ter um quarto só pra mim e meu marido e sem brinquedos e pelúcias jogadas pelo quarto, mas não será pra sempre não é? Logo elas crescerão e terão seus cantos e nós, sentiremos muita falta, então enquanto isso vou aproveitar!
O importante mesmo de se compartilhar cama e quarto é que seja um bem para todos e não somente para um. Aqui em casa, todos estamos felizes e de acordo com a essa maneira de viver, e isso nos faz sermos mais felizes. Juntinhos sempre!

E você compartilha cama? O que acha da prática?