quarta-feira, 4 de janeiro de 2017

Prender ou não na cadeirinha do carro?

Oi gente!

Há dias atrás eu contei minha experiência sobre o assalto em que fui vítima e alertei sobre a importância de conversarmos com nossos filhos e termos um plano de emergência.
No meu relato falo também que não prendo a Bia na cadeirinha porque tenho medo de não dá tempo de tirá-la na hora do assalto. Bem, sei que é complicado por causa de acidentes, mas infelizmente eu precisei fazer uma escolha e escolhi assim, já que o índice de acidentes é menor do que de assaltos. 
É uma triste realidade.
Houve uma pequena polêmica em relação a isso nas redes sociais. Algumas pessoas eram a favor, assim como eu de não prender o cinto, e outras achavam muito arriscado por causa dos acidentes.
Eu concordo com ambas, mas fiz minha escolha, no dia a dia não prendo, tenho medo e não suporto a ideia de não consegui tira-la na hora do assalto, e por experiência, ela estando solta no momento em
que fui assaltada, facilitou demais tirá-la com rapidez.

O que vocês acham sobre o assunto?
Deixe aqui seu comentário!

Abraços,

Carol

segunda-feira, 2 de janeiro de 2017

Fui Assaltada com as crianças.

Oi gente!!

No último de 30 fui assaltada e estava sozinha com as meninas. Morria de medo disso acontecer, mas aconteceu e Deus nos guardou. O que nos levaram foram apenas bens materiais, mas a nossa vida que é o nosso maior bem, foi preservada, e louvado seja Deus por isso. É claro que ficamos tristes, assustadas e até traumatizadas, mas estamos seguindo em frente, gratos por estarmos bem. Porém não é sobre o assalto que vim falar, mas sobre o plano de emergência que precisamos ter em situações como essa que vivi.
Como sempre ando de carro sozinha com as meninas e eu já tinha receio que poderia acontecer algo assim, já que os roubos de carro são grandes por aqui, então eu sempre orientei-as de como elas deveriam reagir se caso isso acontecesse e isso foi muito importante quando de fato isso aconteceu.
E é isso que vim incentivá-los a fazer com seus filhos. 
Conversem com eles, não para ficarem assustados, mas para saberem como reagir caso alguma emergência aconteça, seja assalto, tiroteios, acidentes, etc.
Eu orientei a Letícia e a Bia para caso acontecesse de sermos assaltadas, eu falaria para Bia, vem e ela viria rápido para o meu colo e enquanto isso a Lele iria sair sem se preocupar com coisas e até mesmo com irmã, porque eu iria pegá-la. Eu orientei assim para que ela não ficasse na fissura de pegar e a irmã não ser ágil como devemos ser em um momento como esse. E deu certo. Quando fui abordada, eu pedi para que pudesse pegar minhas filhas e o assaltante permitiu (que gozado, mas...), então corri para a porta traseira atrás do banco motorista onde ficava a cadeirinha que a Bia estava (eu não fecho o cinto, é um risco, mas preciso fazer uma escolha, infelizmente), a peguei e a Lele fez exatamente como tínhamos combinado, saiu do lado dela e nos afastamos do carro. Deu tudo certo, graças a Deus, mas essa orientação foi importante, então eu sugiro que todos façam suas orientações para seus filhos para que não haja apavoramento por não saber como reagir.

Quanto ao assalto, foi horrível, mas como disse deu tudo certo, estamos bem e ainda achamos o carro horas depois, o resto a gente recupera.

Fiquem com Jesus!
Até mais!

Bjs


Ânimo para um novo ano (Devocional 02/01/17) - #002


Um ano novo se inicia e nada como a uma palavra de incentivo para nos animarmos. Ainda mais quando essa palavra vem do Senhor, o nosso Deus.
Deus nos diz para termos ânimo porque Ele é conosco, então nos agarremos nessa poderosa Palavra e vamos começar o ano com essa grande promessa que é a presença Daquele que é dono de todas as coisas, conosco.
Não importa as circunstâncias, não importa como o ano terminou, Deus é conosco e isso é o mais importante, por isso tenhamos ânimo!

Feliz Ano Novo
Feliz 2017, cheios da presença do Senhor!